1. //Tag script para receber código JS 2. Delícia de música! | ✿ઇઉ ♥Lidi e suas neuras!!!!!!!♥ ઇઉ ✿

It´s time to set my free!

Delícia de música!

7 de junho de 2009 | ✿Lidi Dimbarre Tullio ஜீ



Uma maravilhosa noite com esta energia deliciosa de Bill Melton!!!









Boa noite meus pupilinhos anandianos, descansem bem, amanhã começa mais uma semana de batalhas e conquistas, então vamos entrar nela com o pé direito e muita energia positiva... Ouvindo esta música dá uma vontade de entrar no carro e sair dirigindo sem rumo por este mundão, curtindo uma boa música, vendo lugares maravilhosos e sendo feliz acima de tudo!!!



Os ignorantes, que acham que sabem tudo, privam-se de um dos maiores prazeres da vida: aprender.



Nós nascemos isentos de qualquer conhecimento do mundo que nos cerca. Nosso cérebro, para todos os efeitos, vem ao mundo como um baú aberto, pronto para ser recheado com as informações que sejam da conveniência de quem vai nos formar, no caso, nossos pais. Quando muito, podemos dizer que as únicas funções para o qual o cérebro está preparado no momento do nascimento e nos dias que o sucedem estão ligadas aos nossos instintos mais profundos: a alimentação, o calor, as necessidades fisiológicas.
Pouco a pouco, sem que tomemos conhecimento disso, esse cérebro age de forma a captar aquilo que o cerca. Assimilamos as características físicas das figuras que nos cercam, aprendemos a sentir segurança quando os entes de nossa família nos pegam no colo e a sentir medo quando algum visitante inesperado nos ameaça com caretas e beliscões na bochecha. Mais tarde, pronunciamos as primeiras palavras, para delírio de nossos pais. Com o passar do tempo, desenvolvemos um senso crítico particular que nos permite espernear para alcançar nossos objetivos e rir das situações que achamos engraçadas, depois controlamos nosso trato intestinal, abandonando as fraldas.
Quando, na escola, enfrentamos a sociedade – que nos é anônima – pela primeira vez, percebemos que existem muitos como nós, e que todos estão na mesma fase de aprendizado, e também distinguimos outros adultos como nossos pais que têm a incumbência de nos ensinar o que ainda não aprendemos em casa. Conhecemos novos líderes. Separamo-nos em clubes do Bolinha e da Luluzinha, numa competição para ver quem é o melhor e tem mais esperteza. Invariavelmente, acreditamos que não há muito que nos possa ser ensinado. Não damos muita importância ao conteúdo que absorvemos. A infância é uma realidade tão agradável que, ao imaginarmos nosso futuro, poucos se veem como adultos. Seremos crianças para sempre.



Paz e Amor!!!

Tags: , | 1 comentários

1 comentários:

DelfimPeixoto disse...

Gostei do texto e do conteúdo... as músicas são boas...
jnhs

Blog Widget by LinkWithin

ઇઉ Meus Anandos Seguidores! ઇઉ

.

.